Estudante de publicidade acusa ex-namorado fotógrafo de estupro

09/08/2018 - 13h39min - Por Ohana Simas
COMPARTILHE
FACEBOOK Twitter



Os casos de estupro e violência envolvendo fotógrafos estão aparecendo a cada dia mais nas mídias. Felizmente, as mulheres que sofrem ou sofreram essas situações e não tinham forças para lutar se erguendo e inclusive, ajudando outras vítimas a fazerem o mesmo.

Nesta quinta- feira (22), quatro testemunhas serão ouvidas sobre o caso de uma jovem estudante de publicidade recifense, 22 anos, pela delegada Ana Elisa Sobreira, na Delegacia da Mulher de Santo Amaro.

A jovem afirma ter sofrido violência durante 6 horas pelo o ex-namorado fotógrafo e só conseguiu sair da situação, pois a mãe do suspeito chegou ao apartamento e pediu para ele parar. O homem ameaçou ambas para impedir de contarem a histórias para outras pessoas.

Ela prestou duas queixas e solicitou medida protetora. Há algum tempo já estava tentando se livrar do relacionamento, mas não conseguia. Também foi procurado por duas mulheres alegando terem sido estupradas e por outras duas alegando terem sofrido agressão.

“Meu ex-namorado, que vem sendo acusado de uma série de violências, na última madrugada de quarta para quinta me agrediu fisicamente e verbalmente até as quase 4h, no apartamento dele, e só consegui sair por intervenção de sua mãe”, escreveu a estudante de publicidade numa rede social. 

O fotógrafo já havia pedido para a vítima testemunhar ao seu favor nos outros casos, mas ela negou. A sessão de horrores incluiu estupro seguido de alegações de outras mulheres que seriam estupradas. Sem falar nas inúmeras mensagens pesadas pelo o WhatsApp após a denúncia.



Diversas mulheres se manifestaram sobre o comportamento do mesmo quando viram a publicação da estudante na rede social. O caso está sendo investigo e espera-se que a justiça seja feita. Se você sofreu ou sofre qualquer violência que seja, DENUNCIE!

 

 

Outras Notícias
© 2016 Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Ydeal Tecnologia