Fotógrafa cria série mostrando como a guerra afeta a fisionomia dos soldados

14/05/2018 - 11h23min - Por Arthur Manson
COMPARTILHE
FACEBOOK Twitter

Lalage Snow, fotógrafa irlandesa, trabalhou durante 4 anos para a agência francesa de notícias AFP. Através da agência ela entrou em contato com a guerra do Afeganistão e com os soldados britânicos em campo de batalha. 

Com o desejo de dar rosto aos soldados para que eles pudessem mostrar o que a guerra é, surgiu o projeto We Are The Not Dead (Nós Somos Os Que Não Morreram, em tradução livre). Ele foi dividido em três fases: antes da guerra, durante e após. “Para mim, essa é a própria essência da fotografia: das voz às pessoas”, escreveu Snow. 

O projeto foi concluído entre 2010 e 2011 e recebeu muitos elogios, porém, foi alvo de muitas críticas também. Pessoas alegaram que os soldados estavam melhor durante a guerra e que o trabalho era feito para propaganda. 

Snow afirma que não utilizou nada que pudesse melhorar a imagem , e que seu desejo era mesmo um só: revelar o lado humano e singular dos conflitos. “Eu quis ir além das estatísticas”, ela disse, “e mostrar quem são essas pessoas”.

 



















Outras Notícias
© 2016 Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Ydeal Tecnologia