Perfil fake usa foto de criança para promover "aborto coagido" e mãe responde sem medo

06/04/2018 - 09h53min - Por Arthur Manson
COMPARTILHE
FACEBOOK Twitter

Haters usaram fotos de sua filha para promover ‘aborto coagido’, mas ela respondeu sem medo

 

 

A síndrome de Rett é uma mutação genética que afeta o desenvolvimento cerebral, causando problemas motores e de fala. Sophia, filha de Natalie Weaver, foi diagnosticada com 1 ano de idade e nasceu com deformidades no rosto, nas mãos e nos pés, já passou por 22 cirurgias. Infelizmente, nos últimos dias, foi alvo de grande ódio espalhado através do anonimato das redes sociais. 

Depois de saber que os cuidados médicos na região onde moravam seriam afetados, a mãe tomou a iniciativa de ser tornar uma ativista em favor da saúde pública. Recebeu o apoio de muitas pessoas, mas também o ódio de outras. Mas tudo passou dos limites quando uma conta fake utilizou uma foto de Sophia para fazer propaganda do aborto coagido, ou seja, aborto quando a mãe é pressionada contra a sua própria vontade. 

Natalie decidiu que iria fazer mais do que apenas bloquear o perfil, por isso acionou o Twitter pedindo que o perfil fosse excluído, porém a resposta foi que a conta não violava os termos de uso. Inconformada, postou sobre o assunto em seu perfil, entrou em contato com uma rádio local e levou o assunto adiante. Finalmente, conseguiu e removeu o perfil fake. Ela continua incentivando e conscientizando as pessoas a não aceitarem os discursos de ódio e faz de tudo para que sua filha continue sendo uma criança feliz. 
 

 









Outras Notícias
© 2016 Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Ydeal Tecnologia