Mais de 1.000 fotógrafos se reúnem para registrar fenômeno raro

21/11/2017 - 10h17min - Por Arthur Manson
COMPARTILHE
FACEBOOK Twitter

 

Todos os anos, em torno de 21 de dezembro e 20 de junho, centenas de pessoas se reúnem no Stonehenge para testemunhar um fenômeno que acontece apenas 2 vezes por ano – quando o altar central se alinha com suas pedras e o sol nascente ao nordeste. Alinhamentos parecidos podem ser encontrados em outros monumentos pré-históricos, mas esse fenômeno, popularmente conhecido como Henge, também pode ser visto em algumas ruas em centros urbanos que estão alinhadas ao longo da direção do sol nascente/poente do solstício.

 


Uma destas cidades é Kaohsiung, em Taiwan, onde mais de 1.000 fotógrafos se reuniram recentemente para fotografar esse fenômeno que ficou conhecido como “cityhenge”, quando o sol se alinha perfeitamente com uma avenida da cidade e entre seus prédios. O movimento foi organizado pelo escritório de turismo de Kaohsiung e a presença de pessoas foi tão intensa que o governo local teve que fechar a rua principal da cidade.

 


Outra cidade que reúne milhares de pessoas para registrar esse fenômeno é Nova York, Estados Unidos. Mais especificamente na ilha de Manhatam, dando ao evento o apelido de “Manhattanhenge”

 

 

É possível encontrar uma série de vídeos sobre esse fenômeno no Youtube. Em um deles, publicado pelo canal World Science Festival, o renomado físico norte-americano e professor da Universidade de Columbia Brian Greene explica como acontece o Manhattanhenge.

Mas se você não vive em nenhuma dessas cidades, não tem problema. O londrino Demeter Sztanko, que se descreve como um “geek que adora mapas”, criou uma relação de cidades e os alinhamentos de suas ruas com o sol. Um guia útil para quem tem interesse em registrar esses eventos ou quer aproveitar essa iluminação para um ensaio. Acesse: sztanko.github.io/solsticestreets.

Fonte: Iphoto Channel 

Outras Notícias
© 2016 Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Ydeal Tecnologia