A primeira fotojornalista japonesa está com 102 anos e segue fotografando

10/03/2017 - 20h00min - Por Arthur Manson
COMPARTILHE
FACEBOOK Twitter

Com quase 80 anos de profissão, Tsuneko registrou momentos históricos e políticos, documentou o Japão pré e pós-guerra e sempre amou fotografar a força e as conquistas das mulheres japonesas.

 

“Até depois da Segunda Guerra Mundial, as mulheres japonesas encararam discriminação e não tinham poder. Elas não tinham o direto de votar, e eram tratadas como crianças. Mas, ainda assim, havia mulheres que tinham empregos e estavam criando famílias. Eu tenho tanto respeito por elas e retratá-las se tornou uma obsessão”, contou Sasamoto à NHK World.


Atualmente, mesmo após quebrar as duas pernas e a mão esquerda em 2014, ela continua a fotografar.

Seu mais recente projeto, “Hana Akari” (Brilho das flores), é uma homenagem a seus amigos falecidos. “A meu modo, eu acredito que o homem e as flores estão profundamente correlacionados … Quando penso nos meus queridos amigos, quero relacionar cada um deles com flores e deixar que as flores entreguem meu apreço e impressão …”, disse ao site de notícias japonês NHK Online.

Veja algumas fotos de Tsuneko Sasamoto:

Escola de gueixas, 1951

Destruição após a bomba de Hiroshima, 1953 / Tsuneko Sasamoto

Retrato do jornalista e historiador Soho Tokutomi, 1957 / Tsuneko Sasamoto

Navio Antárctico Soya, 1956 / Tsuneko Sasamoto

Via: Hypeness Fotos: Reprodução/Tsuneko Sasamoto

 

Outras Notícias
© 2016 Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Ydeal Tecnologia