10 maneiras para se tornar um melhor fotógrafo de paisagem esse ano

03/01/2017 - 18h39min - Por Arthur Manson
COMPARTILHE
FACEBOOK Twitter

A cada ano novo que se aproxima, as pessoas geralmente começam a pensar sobre o que eles podem melhorar no ano que se inicia. Como um fotógrafo de paisagem profissional, eu pensei que seria divertido dar algumas dicas para pessoas que estejam começando com fotografia de paisagem.

Dica # 1: Não tenha medo!

Não deixe mais no modo automático. Se você realmente quer aprender a fotografia em geral, é importante parar de usar o modo totalmente automático da câmera. Embora possa ser muito "confortável" para diversos novos fotógrafos, o modo não ajuda você a melhorar e pode impedi-lo de aperfeiçoar certos cliques.

Não tenha medo de se afastar deste modo. Use o modo de abertura e trabalhe a partir daí. Não é tão difícil. Eu vi pessoas "presas" no modo Auto por anos, por estarem muito assustados em tentar um modo diferente. Então eu ensino a usar o modo de abertura por 10 minutos e eles dizem: "Oh wow, eu não sabia que era tão fácil”. Não há realmente muito mistério nisso!

Dica # 2: Comece a fotografar no formato RAW

Eu não posso enfatizar isso o suficiente. Basta colocar a sua câmera em RAW + JPEG se você não estiver realmente familiarizado com o formato RAW. Você vai agradecer a si mesmo quando aprender edição básica de fotos e que ainda poderá usar os arquivos RAW de seus cliques antigos para torná-los melhor.

RAW é extremamente importante para um fotógrafo de paisagem, porque constantemente fotografamos pôr do sol/nascer do sol onde há um grande contraste entre escuro e luz. Com RAW, você também pode alterar o white balance (balanço de branco) sem perda de qualidade. Finalmente, os arquivos têm muito mais dados neles para edição.

Dica # 3: Aprenda o tratamento (básico)

O tratamento é importante na fotografia de paisagem, mesmo que seja apenas uma ligeira sintonização da imagem. Instale o Lightroom! Lightroom não é tão difícil! Tratamento básico pode tornar suas imagens melhores no sentido de que você pode facilmente equilibrá-las com cores e alterações de contraste. Como mencionei na dica # 2, fotografar em RAW é uma obrigação. Quando você olha para sessões de paisagens em canais populares nas mídias, posso garantir que 99% das imagens são tratadas de alguma forma.

Dica # 4: Pare de se importar tanto com as configurações

As pessoas muitas vezes me perguntam "EXIF por favor!", até mesmo em imagens que eu considero comuns. Entendo que a informação EXIF seria interessante para certos tipos de fotografia, como por exemplo a astrofotografia. Mas, em geral, ao fotografar paisagens, configurações não são tão importantes se você estiver trabalhando com um tripé. Muitas configurações diferentes poderiam ter sido usadas e você nunca deve pensar: "Eu sempre devo usar essas configurações ao fazer fotos como esta”.

Dica # 5: Comece o ano com um tripé resistente e bom, caso não tenha um (ainda)

Um bom tripé é uma das ferramentas mais importantes de um fotógrafo de paisagem. Comece o ano corretamente com um tripé firme. Mesmo com a melhor câmera suas imagens serão inúteis caso não estejam nítidas.

Dica # 6: Passe menos tempo dentro e vá mais para fora

Isso pode ser óbvio, mas eu ainda quero abordá-lo. Vejo pessoas fazendo perguntas em mídias sociais o tempo todo. São geralmente perguntas que eles poderiam facilmente descobrir se apenas saíssem para brincar com sua câmera. Não tenha medo de tentar as coisas. Claro que é ótimo aprender coisas online, mas você aprende mais quando está apenas no campo usando sua câmera.

Dica # 7: Pare de cuidar do sucesso de outros fotógrafos

Não se preocupe sobre como outros fotógrafos estão fazendo - gaste esse tempo e energia para melhorar a si mesmo. Isto não é apenas para os novos fotógrafos lá fora. Na verdade, é principalmente para nós fotógrafos de paisagem orgulhosos. Sempre sentimos a concorrência em torno de nós. Muitas vezes eu vejo pessoas reclamando nas mídias sociais sobre o sucesso dos outros ou simplesmente "odiando" as fotos de outras pessoas.

Adivinha? Isso não faz de você um fotógrafo melhor.

Isso só faz você parecer um idiota. Então pare de se preocupar com outros fotógrafos e concentre-se em melhorar a si mesmo. Olhe com um olho crítico para suas próprias fotografias ou pergunte a alguns amigos/familiares o que eles pensam de seu trabalho.

Dica # 8: Pare de importar-se tanto com o equipamento

Especialmente no começo como um fotógrafo de paisagem, é tudo sobre composição, saber como a luz se comporta, conhecer o tempo, etc. Você basicamente consegue fazer boas fotografias com seu smartphone hoje em dia. Muitas vezes eu vejo pessoas com fotos de paisagem muito comuns que querem comprar uma câmera melhor achando que suas fotografias de repente ficarão muito melhores. Nas mídias sociais eles provavelmente serão muito semelhantes. É tudo sobre conhecer sua câmera e tentar tirar o melhor proveito dela.

(Mas se você decidir que precisa de um upgrade, muitas vezes é melhor procurar uma nova lente em vez de um corpo novo.)

Dica # 9: Tenha em mente que uma foto incrível às vezes pode significar dedicação extrema

Diversas imagens de paisagem surpreendentes que você vê nas mídias sociais passaram por uma grande quantidade de tempo e dedicação para fazer. Muitas pessoas pensam que a fotografia é apenas pressionar o botão da câmera e o trabalho está feito. Um fotógrafo de paisagem dedicado pode ter um determinado lugar ou cena em mente e voltar lá por dias, semanas e às vezes até anos para obter essa imagem perfeita. Algo assim simplesmente não cai do céu (embora se você tiver sorte, às vezes sim). Além disso, o mesmo local se parece diferente em cada nova estação.

Dica # 10: Sempre tente encontrar algo extra em sua foto

Para mim isso acontece automaticamente, mas para a maioria das pessoas não. Quando você vê algo extremamente bonito, ainda assim isso não o torna uma boa fotografia. Pense em um arco-íris duplo, por exemplo. Quando você vê um, você não tem muito tempo para agir. Não registre somente o arco-íris duplo. Encontre algo que possa tornar a fotografia completa.

Não tem que ser extremamente difícil. Algumas linhas na grama, alguns animais, algumas casas interessantes. Qualquer coisa que você possa fazer uma composição interessante e combinação com o arco-íris. Sempre encontre algo extra. Não se deixe levar por nada.

Outro exemplo é uma tempestade com relâmpagos. Quando uma trovoada atinge o meu país (Holanda), eu vejo todos os tipos de fotos legais de relâmpagos nas mídias sociais. Mas eles são apenas cliques de relâmpagos. Quando uma tempestade como essa vem até você, tente encontrar algum objeto em primeiro plano interessante como uma estátua, silhueta da casa, etc. Basicamente, qualquer coisa interessante (mas com segurança).

Sobre o autor: Albert Dros é um fotógrafo de Amsterdã. Você pode encontrar mais sobre seu trabalho em seu site, Facebook, Twitter, Instagram e Flickr.

Outras Notícias
© 2016 Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Ydeal Tecnologia